quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Não é exagero contratar um fotógrafo profissional para fazer o catálogo da minha loja?



Por que a fotografia profissional?

Se pensarmos na máxima “uma imagem vale mais do que mil palavras”, já podemos inferir que uma fotografia bem realizada do produto é mais eficiente do que qualquer descrição de características. Soma-se isso ao fato da fotografia, principalmente em pequenas e médias empresas, desempenhar papel fundamental nas áreas de marketing e vendas.

Em termos de marketing, fotos podem melhorar a experiência do usuário e definir o tom para um negócio. A utilização de imagens profissionais inspira consistência e profissionalismo, além de garantir que o produto é de qualidade, caso sejam feitas fotografias que reproduzem a realidade. Produzir, por exemplo, catálogos com os produtos e sugestões de uso pode gerar retorno a curto e médio prazo, atraindo consumidores em potencial para o negócio.


A fotografia e o comércio pela internet

Quando falamos de e-commerce, por exemplo, capturar a textura de um tecido ou o tipo de costura de uma peça de maneira adequada pode influir muito nas vendas, além de diminuir possíveis dúvidas dos clientes, uma vez que estes têm a possibilidade de “sentir com os olhos” as características de um determinado produto.

Muitos consumidores ainda têm restrições com relação às compras pela internet, provavelmente por ser uma atividade ainda recente, além do fato de haver muitas empresas não idôneas na web. Inspirar confiança é uma obrigação de quem tem um negócio virtual e fica claro para o comprador, apenas olhando para as imagens, quem teve preocupação com a qualidade do site de vendas e quem não teve.

Ainda falando de quem compra, é necessário que se dêem todas as informações e características que convençam as pessoas a adquirir o produto, então quanto mais palpável melhor, sendo a fotografia o melhor instrumento para isso, diminuindo a sensação de que se está “comprando um sapato sem calçá-lo”.


Posso fazer eu mesmo as fotos dos meus produtos?

Muitos clientes nos perguntam se não poderiam fazer as próprias fotos dos produtos de sua loja, e a resposta é sempre a mesma: podem e devem! Afinal, como somos amantes da fotografia, o que mais desejamos é ver belas imagens espalhadas pelo mundo. É necessário, porém, observar alguns requisitos para atingir sucesso:

  1. Capacitação: quem vai fazer fotos de produtos não pode ser curioso, deve ter conhecimento técnico e de produção para evitar erros que podem levar ao resultado oposto, afastando clientes em potencial;

  1. Infraestrutura: é necessário ter à disposição câmeras, lentes, equipamentos de iluminação, espaço adequado, fundos, rebatedores, e muitas outras coisas para a realização de fotos de produtos com competência, o que gera altos custos para a empresa;

  1. Tempo: será que o tempo dispensado na realização das fotos não pode ser utilizado para outras atividades da empresa? “Gastar” dias inteiros fotografando e editando as imagens deve valer à pena no orçamento. Às vezes esses períodos podem gerar mais lucro se a equipe, por exemplo, gastá-los procurando novidades para a loja;

  1. Amor: quem executa o serviço deve gostar do que faz. Fazer as fotos somente pela obrigação que a necessidade de colocá-las no site demanda acaba consumindo muito mais tempo da equipe, que está com o pensamento em outra coisa. Como disse o personagem de Jackson Antunes no belíssimo filme O Palhaço©: “A vida é assim, gato bebe leite, rato come queijo e eu faço o que eu sei fazer”.

Caso tenham dúvidas sobre o assunto, como tipos de fotos a realizar, cursos, ou contratação dos nossos serviços na área de fotografias de produtos, contatem-nos pelo contato@anartefoto.com, e teremos prazer em ajuda-los.

As imagens de produtos que ilustram este post foram realizadas pela AN Arte em Foto para a D´ella Acessórios, nosso parceiro (confiram post sobre esta parceria aqui), e os produtos podem ser adquiridos na Loja Virtual.